Agenda (21/05)
Agenda

Agenda (21/05)

Durante esta semana, o poeta Fabrício Carpinejar visita a capital mineira para lançar “Cuide dos pais antes que seja tarde”, o autor João Vicente Goulart participa da Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto com o livro “Jango e Eu” e o cientista político Alberto Carlos Almeida lança o esperado “O voto do brasileiro” em São Paulo. Para o público juvenil, A.C. Meyer apresenta seu novo livro, “O tipo certo de garota errada”, no Rio de Janeiro e Larissa Siriani passa por São Paulo e Campinas com a obra “O amante da princesa”. Não perca!

Lançamentos da semana (21/05)
Lançamentos

Lançamentos da semana (21/05)

Nesta semana, dois livros sobre política chegam às livrarias. “Em nome de quem?”, livro-reportagem de Andrea Dip, analisa a ascensão das Igrejas Evangélicas ao poder. Já “O voto do brasileiro”, de Carlos Alberto Almeida é um guia didático sobre o processo eleitoral brasileiro. Também estão entre os lançamentos: “Asiáticos podres de ricos”, de Kevin Kawan, que ganha filme ainda este ano; “Uma estranha em casa”, thriller de Shari Lapena, mesma autora do sucesso “O casal que mora ao lado”; “Anjos partidos”, de Richard Morgan, sequência de “Carbono Alterado”, livro adaptado pela Netflix. Completam a lista as novas edições de “Nosso iceberg está derretendo”, de John Kotter e Holger Rathgeber; “Hannah Arendt: pensamento, persuasão e poder”, de Celso Lafer; e “Como falar em público & influenciar pessoas no mundo dos negócios”, de Dale Carnegie.

Livros de Sophie Kinsella e Bill Clinton ficaram prontos esta semana
Quentinho da gráfica

Livros de Sophie Kinsella e Bill Clinton ficaram prontos esta semana

Dois livros aguardadíssimos rodaram na gráfica esta semana: “O dia em que o presidente desapareceu” marca a incrível parceria entre o escritor James Patterson e o ex-presidente americano Bill Clinton. Já “Mas tem que ser mesmo para sempre?” é Sophie Kinsella em sua melhor forma, descrevendo com humor e sensibilidade os meandros de um casamento.

David Levithan vem ao Brasil pela primeira vez para a Bienal de São Paulo
Notícias

David Levithan vem ao Brasil pela primeira vez para a Bienal de São Paulo

Um dos mais queridos autores da Galera Record, ele participa da Bienal no dia 11 de agosto, num bate-papo com os leitores e sessão de autógrafos. “Todo dia”, um de seus principais livros, tem sua adaptação para as telas prevista para chegar aos cinemas brasileiros em julho. Ele é autor ainda de livros como “Will & Will: Um nome, um destino” ao lado de John Green, “Dois garotos se beijando”, e “Nick e Nora: Uma noite de amor e música”, em parceria com Rachel Cohn, que também virou filme. Saiba mais a seguir.

Agenda (13/05)
Agenda

Agenda (13/05)

Mesa redonda com o autor José Castello, lançamento do livro “Videogame e violência”, do autor Salah Khaled, Palestra com César Souza e bate-papo com Leila Navarro sobre o livro “Virar o jogo” é o que a semana reserva para o público. Confira quando e onde os eventos serão realizados.

Nova edição de “Tempo de espalhar pedras” está a caminho
Quentinho da gráfica

Nova edição de “Tempo de espalhar pedras” está a caminho

Vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura de 2015, o aclamado “Tempo de espalhar pedras”, de Estevão Azevedo, rodou na gráfica esta semana. Ele chega em breve às livrarias com nova capa, além de textos de orelha e posfácio inéditos. Outro destaque da fornada é “Antonio e Cleópatra”, uma investigação abrangente sobre as vidas de um dos casais mais fascinantes da história. A semana se completa com um estudo inovador sobre o Alzheimer e um thriller psicológico. Saiba mais a seguir.

Leia o prefácio de “Terra das mulheres”, de Charlotte Perkins Gilman
Lançamentos

Leia o prefácio de “Terra das mulheres”, de Charlotte Perkins Gilman

Publicado em 1915, “Terra das Mulheres” revela como seria uma sociedade composta unicamente por cidadãs através do olhar de Charlotte Perkins Gilman, autora de “O papel de parede amarelo”. Porém antes do leitor encontrar essa suposta maravilha, terá de acompanhar três exploradores — Van, o narrador; o doce Jeff; e Terry, o machão — e suas considerações e devaneios sobre o país. No prefácio da obra de Charlotte Perkins Gilman, que chega às livrarias em maio pela Rosa dos Tempos, a escritora e roteirista Renata Corrêa analisa o discurso de 1915 à luz do século XXI e aponta semelhanças e diferenças com as bandeiras feministas atuais. Leia o texto a seguir.

Segunda edição do Podcast da Rosa discute “Mamãe & Eu & Mamãe”, de Maya Angelou
Podcast

Segunda edição do Podcast da Rosa discute “Mamãe & Eu & Mamãe”, de Maya Angelou

Na autobiografia “Mamãe & Eu & Mamãe”, a escritora, dançarina e cantora americana Maya Angelou conta como se reconciliou com a mãe e como aprendeu com ela a enfrentar os desafios da carreira. Neste episódio do Podcast da Rosa, a historiadora e professora da UFRJ Giovana Xavier, que escreve a orelha do livro, e a editora Ana Paula Costa falam à jornalista Cláudia Lamego sobre a importância de Maya Angelou para o entendimento do papel da mulher na sociedade contemporânea.

Lançamentos da semana (07/05)
Lançamentos

Lançamentos da semana (07/05)

Nesta semana, chega às livrarias a nova edição de “Autorretrato e outras crônicas”, de Carlos Drummond de Andrade. Além da nova capa, a obra ganha encarte com fotos e uma seleção de correspondências inéditas do poeta com Alfredo Machado, fundador da editora Record. Outros destaques entre os lançamentos são “O preto que falava iídiche”, de Nei Lopes, “Terra das mulheres”, de Charlotte Perkins Gilman e “Cuide de seus pais antes que seja tarde”, de Fabrício Carpinejar. Pela BestSeller, Leila Navarro, uma das maiores palestrantes do Brasil e Djalma Pinho, economista, coach e Ph.D em Filosofia da Teologia, lançam, respectivamente, “Virar o jogo” e “Desvende o poder da inteligência espiritual”. Há ainda “Ganhar de lavada”, de Scott Adams, “Exodus”, de Leon Uris, que ganha nova edição em homenagem aos 70 anos da formação do estado de Israel, e “Videogame e violência”, de Salah H.Khaled Jr. Completam a lista: “Literalmente amigas”, de Laura Conrado e Marina Carvalho, “O amante da princesa”, de Larissa Siriani, “Senhorita Aurora”, de Babi A. Sette, “Um amor perdido”, de Alyson Richman e “Napoleão e o rebelde”, de Noga Arikha e Marcello Simonetta.

Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais