Quentinho da gráfica

Romances, contos, artigos e novos exemplares da série “A garota do calendário”

Nenhum Comentário

A rainha do sulA RAINHA DO SUL  |  Arturo Pérez-Reverte | Record

“A rainha do Sul” também chegou da nossa gráfica esta semana. O livro é de Arturo Pérez-Reverte é, um dos mais importantes escritores de língua espanhola da atualidade. A trama acompanha Teresa Mendonza, pobre e com pouco estudo, foi estuprada e quase morta depois de o namorado, piloto de avião que trabalhava para o cartel local, ser assassinado pelo chefe do tráfico. A jovem então se vê forçada a fugir para a Espanha, onde seu instinto criminoso vem à tona. Lá, ela não tem escolha a não ser aceitar uma realidade impiedosa, na qual não há bem ou mal, e sim o reflexo de um universo cruel, onde matar, morrer, enganar e corromper faz parte do cotidiano. Agora, a Mexicana, como é chamada no submundo do crime e pela imprensa, é a traficante mais poderosa da Espanha, dona de um império camuflado de transporte de drogas na Costa do Sol. Uma história de corrupção, amor e intriga que nos revela o melhor e o pior que existe no ser humano. Pérez-Reverte cria um retrato perfeito do submundo do tráfico na Espanha mesclando fatos e ficção, sexo, drogas e violência, numa narrativa avassaladora. A saga épica de Teresa Mendonza atravessa décadas e continentes numa história repleta de sensualidade, crueldade, amor, traição, vida e morte.

Que você é esseQUE VOCÊ É ESSE? |  Antônio Risério |  Record

Espécie de biografia de um tempo, “Que você é esse?” retrata a geração que viveu o desbunde, lutou contra a ditadura e pela redemocratização, chegando hoje à dura realidade do que afinal conquistaram. Ficção política e livro erótico, romance de ideias e texto prospectivo, Antonio Risério vai do quilombo ao marketing, do candomblé à comunidade judaica, das lutas de 1822 às manipulações publicitárias, passando por vertigens amazônicas e contraculturais, para chegar ao colapso do PT e, então, se espraiar em sonhos de uma nova sociedade.  Antonio Risério é poeta, tradutor e ensaísta. Além de vasta produção teórica e literária, escreve argumentos e roteiros para cinema e televisão. “Que você é esse?” é seu primeiro romance e seu livro de estreia na Editora Record.

EntropiaENTROPIA  | Alexandre Marques Rodrigues |  Record

Vencedor do Prêmio Sesc de Literatura em 2014 com o livro de contos “Parafilias”, Alexandre Marques Rodrigues mostra em “Entropia” seu pleno domínio das técnicas narrativas: em um ousado romance, o autor se emaranha por toda a complexidade de seus personagens, em um enredo que se desconcentra na ideia, concretizada ou não, de viagem, de procura (ou será de fuga?) de si mesmo ou do corpo enterrado da mãe. Tudo cumprido, o escritor vai muito além. O jogo de identidades entre personagens – que perturba o leitor tanto quanto lhe impõe investigá-los, decifrá-los, mapeá-los, confirmá-los a cada página – é caso muito sério, ocasião em que a literatura capta o espírito dissolvido de um tempo sem que da engenharia do escritor se ouça o mais mínimo ruído.

Ela e as vitrines do RioELA E AS VITRINES DO RIO | Roberto Saturnino Braga |  Record

A vida cotidiana, feita de personagens e acontecimentos aparentemente prosaicos, pequenas e grandes belezas, golpes, quedas e saltos, é a matéria que anima esta reunião de contos. Passando por diferentes bairros e camadas sociais, recortes das histórias privadas, ao mesmo tempo universais e singulares, são contados por estilhaços sutis do dia a dia, detalhes que apenas o olhar sensível pode captar. Vida caleidoscópica que se descortina e se desdobra em muitas, como são inúmeras as cidades dentro de uma — dentro do Rio de Janeiro de Roberto Saturnino Braga. O autor foi vencedor do Prêmio Malba Tahan no ano 2000 e tem quinze livros publicados.

 

O goleiro dos AndesO GOLEIRO DOS ANDES |  Antonio Skármeta | Galerinha

Silvio é um garoto de doze anos que, ao se mudar com seu pai de Santiago para Buenos Aires, conhece Magrelo, Preto, Ferrugem, Toco e Menor, seus novos amigos de pelada. Silvio, agora chamado de Chileno, não se dá muito bem jogando na linha, porém quando joga como goleiro, não deixa uma bola passar. Mas o jogo da vida de Chileno está para acontecer. Uma oportunidade de ouro de virar goleiro profissional e, quem sabe, mudar de vida. O que o futuro lhe reserva?

MarçoA GAROTA DO CALENDÁRIO – MARÇO | Audrey Carlan | Verus

Após viver aventuras com um pintor francês, está na hora de Mia fazer as malas e partir para Chicago, onde ficará um mês com o empresário e ex lutador de MMA, Anthony Fasano. Ele é herdeiro de uma importante rede de restaurantes italianos. Sua missão é fingir que é noiva do rapaz e afastar de vez as reclamações insistentes da mãe que mal consegue esperar para vê-lo casado e aumentando a família. A série “A garota do calendário” já vendeu mais de 2,5 milhões de exemplares nos Estados Unidos e já teve o seu direito de publicação vendido para 30 países.

 

 

AbrilA GAROTA DO CALENDÁRIO – ABRIL | Audrey Carlan | Verus

Já no mês de abril, Mia irá acompanhar Mason Murphy, o mais novo astro da temporada de beisebol. O problema é que Mason é um jovem arrogante e temperamental que, não raro, se envolve em escândalos sexuais e bebedeiras intensas. Desta vez, Mia terá que tentar melhorar a imagem do rapaz diante dos patrocinadores.

 

 

 

 

Intelectuais mediadoresINTELECTUAIS MEDIADORES | Org. Angela de Castro Gomes e Patricia Santos Hansen | Civilização Brasileira

Coletânea de 14 artigos que propõem uma nova acepção do termo  “intelectual”. Entendido de forma mais ampla, “intelectual” é definido como sujeito da produção de conhecimentos e da comunicação de ideias, direta ou indiretamente vinculado à intervenção político-social. É também tratado como ator estratégico nas áreas da cultura e da política, que ocupa posição de reconhecimento na vida social. Assim, editores, tradutores, escritores, professores, autores de obras para o público infantil, entre outros, passam a integrar a categoria. O livro, ao enfocar as relações entre intelectuais e mediação cultural, contribui para expandir os limites que costumam circunscrever as reflexões sobre a categoria intelectual, além de desenvolver e testar as potencialidades das categorias de intelectual mediador e de mediação cultural para a historiografia. Autores que participam deste volume: Ana Paula Sampaio Caldeira, Angela de Castro Gomes, Eliana Dutra, Francisco Palomanes Martinho, Gabriela Pellegrino Soares, Giovane José da Silva, Giselle Martins Venâncio, Joaquim Pintassilgo, Kaori Kodama, Libânia Nacif Xavier, Luciano Mendes de Faria Filho, Mara Cristina de Matos Rodrigues, Patricia Santos Hansen e Patricia Tavares Raffaini.

 

Comentários
Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais