Notícias

Seis mulheres e um youtuber na lista de mais vendidos do grupo na Bienal de São Paulo

Nenhum Comentário

A 24ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo terminou ontem, 04 de setembro, com um público de 684 mil visitantes ao longo dos 10 dias de evento. Passaram pelo Anhembi 388 autores nacionais e internacionais, em 13 espaços multiculturais, com 1300 horas de programação. Com oito livros de “A garota do calendário” já lançados, Audrey Carlan foi a autora que mais vendeu no estande do Grupo Editorial Record, emplacando em quarto e sétimo lugares os volumes de janeiro e fevereiro da série.

O livro mais vendido do estande foi “Boa noite”, estreia em romance da booktuber Pam Gonçalves. O segundo foi “Princesa das águas”, de Paula Pimenta, que ainda emplacou em sexto lugar na lista o “Cinderela pop”. Em terceiro lugar de vendas, aparece a jovem autora Ana Beatriz Brandão, com seu romance “O garoto do cachecol vermelho”. Em quinto lugar, surge o único autor da lista: Gusta Stockler, que tem um canal no Youtube com mais de 4 milhões de inscritos e levou o público ao delírio na sessão de autógrafos do seu “O diário secreto”. Carina Rissi, que lança em breve “Prometida”, aparece em oitavo e nono lugares com “Mentira perfeita” e “Perdida”. Em décimo lugar, vem Brittainy Cherry, que esteve no Brasil no ano passado e fez sucesso na Bienal com seu segundo romance lançado no Brasil: “O ar que ele respira”.

Um dos destaques da programação da Bienal, Marian Keyes, que lançou “Salva pelos bolos” e uma edição em capa dura do seu clássico “Melancia”, emocionou em sua palestra, falando de feminismo e literatura. A irlandesa chorou e fez suas fãs chorarem junto na Arena Cultural. No primeiro dia da feira, a cantora Valesca abriu a primeira sessão de autógrafos cercada pelos fãs. Ela, que lançou “Sou dessas – pronta pro combate”, livro em que conta casos de sua vida, bastidores da indústria musical e fala também de feminismo, entre outros temas, levou champanhe e bolo e distribuiu brindes para comemorar sua estreia no mercado literário.

Zack Magiezi, poeta que lançou “Estranherismo” e já prepara nova obra, lotou o estande do grupo no sábado. Outros dois destaques do primeiro fim de semana foram a youtuber Karol Pinheiro, com seu “As coisas mais legais do mundo”, e a já citada Ana Beatriz Brandão, que vai doar parte do dinheiro arrecadado com as vendas para a Abrela (Associação Brasileira de Esclerose Lateral Amiotrófica). Paula Pimenta também autografou para centenas de fãs de suas histórias de princesas. Durante a semana, Carina Rissi e Pam Gonçalves debateram diante de uma plateia apaixonada por literatura e pelas obras das duas autoras.

No último fim de semana, Edney Silvestre, Marcelo Gleiser e João Almino foram destaque da programação literária do evento. Carpinejar lotou o estande da Record e Eduardo Spohr fechou com chave de ouro o evento, autografando cerca de 1200 livros, durante mais de seis horas.

Comentários
Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais