Notícias

Grupo tem 12 livros entre os finalistas do 58º Prêmio Jabuti

Nenhum Comentário

Divulgada nesta sexta, a lista de finalistas do 58º Prêmio Jabuti tem 12 livros do Grupo Editorial Record  entre os concorrentes. Os títulos estão espalhados por 9 das 27 categorias do prêmio, cujos vencedores serão conhecidos em 11 de novembro. Entre os finalistas do grupo, há livros das editoras Record e Civilização Brasileira e do selo Galera.

“Vidas secas”, a graphic novel baseada na obra de Graciliano Ramos, concorre tanto pela adaptação de Arnaldo Branco quanto pelas ilustrações de Eloar Guazzelli.  Outro livro que concorre em duas categorias é “Número zero”, de Umberto Eco: pelo design de capa de Leonardo Iaccarino e pela tradução de Ivone Benedetti.

Na categoria romance, há três concorrentes do grupo: “Rebentar” e “Desesterro”, romances de estreia de respectivamente Rafael Gallo e Sheyla Smanioto, têm a companhia de “O senhor agora vai mudar de corpo”, de Raimundo Carrero. Gallo venceu, na semana passada, o Prêmio São Paulo de Literatura como autor estreante com o mesmo título; já Carrerro levou o prêmio APCA no fim de 2015 pela obra, baseada em sua experiência ao sofrer um AVC.

Entre as biografias, também há três livros publicados pelo grupo. “Angela Maria”, de Rodrigo Faour; “Tancredo Neves: A noite do destino”, de José Augusto Ribeiro; e “Todo aquele imenso mar de liberdade”, de Carlos Marchi. Em reportagem e documentário, aparecem “Moçambique, o Brasil é aqui”, de Amanda Rossi, e “São Paulo deve ser destruída”, de Moacir Assunção.

O “Dicionário da história social do samba”, imenso trabalho de pesquisa de Nei Lopes e Luiz Antonio Simas, aparece entre os indicados na categoria “Teoria/Crítica Literária, Dicionários e Gramáticas”. Entre os juvenis, Cléo Busatto concorre com “A fofa do terceiro andar”.

Saiba mais sobre os indicados abaixo.

 

Romance

Capa Desesterro V2 DS.aiDESESTERRO | Sheyla Smanioto | Record

Primeiro romance de Sheyla Smanioto, “Desesterro” é feito de muitas vozes, de sonhos, de fotografias imaginárias, de uma menina sem nome e de uma avó cansada. O cenário de pobreza e de carência de Vila Marta e Vilaboinha – cidades fictícias – deixa na pele de Maria de Fátima, personagem principal, as marcas das gerações que se sucederam neste universo duro e de fome que ecoa um arquétipo de Brasil profundo. Carregado de dramaturgia, feito de torções gramaticais e desorganização temporal e espacial, Desesterro dá ao leitor a impressão de transitar entre realidade e sonho.

 

 

 

O Senhor Agora Vai Mudar AG V5.inddO SENHOR AGORA VAI MUDAR DE CORPO | Raimundo Carrero | Record

Na madrugada de 18 para 19 de outubro de 2010, o escritor Raimundo Carrero – um dos mais premiados escritores brasileiros – sofreu um AVC, que o deixaria com o lado esquerdo comprometido. Ao retornar da UTI do hospital onde permaneceu durante 15 dias, sentou-se no computador para tentar transformar em literatura aquela experiência dolorosa. Quatro anos e diversos rascunhos apagados depois, por fim Carrero encontrou a forma literária que procurava. “O senhor agora vai mudar de corpo” é um breve e pungente romance, em que o escritor revisita momentos decisivos de sua vida passada a partir do terrível momento em que temeu perder definitivamente o controle de seu corpo.

 

Capa Rebentar AG V5.inddREBENTAR | Rafael Gallo | Record

Depois que seu filho desapareceu aos 5 anos, Ângela dedicou toda a sua vida à busca da criança. Parou de trabalhar, não teve mais filhos, afiliou-se a instituições de busca de crianças desaparecidas. Mas após trinta anos sem nenhum resultado, ela finalmente decide desistir completamente da procura. Além da própria dor e culpa, Ângela precisa enfrentar o julgamento de todos aqueles que de alguma forma estavam envolvidos com sua história. “Rebentar” é um corajoso e emocionante mergulho nas dores da perda.

 

 

 

Biografia

angela_2e_modANGELA MARIA | Rodrigo Faour | Record

Nos 65 anos de carreira de Angela Maria, Rodrigo Faour relembra histórias da vida e da carreira da cantora, cuja trajetória se confunde com a história da música popular brasileira. O livro traz um encarte espetacular com imagens de diversos momentos da vida de Angela Maria.

 

 

 

 

 

Tancredo_5fTANCREDO NEVES: A NOITE DO DESTINO | José Augusto Ribeiro | Civilização Brasileira

O livro retrata a vida pessoal e, principalmente, a trajetória política do primeiro presidente brasileiro eleito após o regime militar. O jornalista político José Augusto Ribeiro, assessor de Tancredo Neves durante a histórica campanha de 1984, traz a público o resultado de mais de 15 anos de pesquisa. Com base em ampla pesquisa, que inclui farto material bibliográfico, documentos do arquivo pessoal de Tancredo, fotos e entrevistas exclusivas, o autor refez com detalhes os bastidores dos fatos vividos pelo biografado. São 50 anos de história, que começa no Estado Novo, com sua eleição para a Câmara Municipal de São João Del Rey e termina com sua agonia e morte, depois da posse de José Sarney, seu vice e sucessor. Fatos ainda inéditos sobre o líder, como a negociação secreta para a retirada da base militar dos EUA da Ilha de Fernando de Noronha, enriquecem a biografia.

 

Liberdade_Prova 1TODO AQUELE IMENSO MAR DE LIBERDADE | Carlos Marchi | Record

Política, literatura e jornalismo são os três pilares que definem a vida de Carlos Castello Branco, o Castelinho. Por isso, a biografia “Todo aquele imenso mar de liberdade”, de Carlos Marchi, conta também um pouco da história da imprensa e do cenário político brasileiro entre 1940 e 1980. Nas colunas do Jornal do Brasil, que em 2016 completa 125 anos e hoje só existe em versão online, driblava a censura e era um dos raros a noticiar fatos naquele período de exceção

 

 

 

Adaptação e Ilustração

Capa Vidas Secas HQ V2 DS.aiVIDAS SECAS: GRAPHIC NOVEL | Arnaldo Branco e Eloar Guazzelli | Galera

Lançado em 1938, Vidas secas, de Graciliano Ramos, é um dos maiores clássicos da literatura brasileira. Por meio da jornada de Fabiano e sua família de retirantes em busca de comida, água e abrigo numa peregrinação pelo sertão nordestino, o autor fala das dificuldades de sobrevivência no campo e sobre relações de poder. Se no conteúdo o enredo de Graciliano é hoje tão atual quanto sempre foi, o texto ganha novo formato nesta graphic novel. Arnaldo e Guazzelli dão ao leitor a chance de olhar para Vidas secas por um novo ângulo. De encontrar detalhes, de ressaltar temas que talvez tenham passado despercebidos numa leitura anterior. Ao mesmo tempo, a graphic novel traz os fãs de quadrinhos para dentro de uma das mais importantes obras da literatura nacional.

 

Capa e Tradução

numero-zeroNÚMERO ZERO | Umberto Eco | Record

Em seu livro mais recente, o italiano Umberto Eco usa a Operação Mãos Limpas como pano de fundo para falar sobre política e jornalismo na Itália. O leitor acompanha a trama pelos olhos de Colonna, um ghost writer meio fracassado que aceita um emprego no jornal “Amanhã”. Criada por um magnata da mídia, a nova publicação não tem exatamente o papel de informar. Como apenas seu diretor e Colonna sabem, o Amanhã nunca será publicado de verdade. Os jornalistas contratados devem fazer apenas 12 “números zero”, edições teste, com reportagens cuidadosamente escolhidas para difamar ou amedrontar os inimigos de seu editor.

 

 

Reportagem e documentário

mocambiqueMOÇAMBIQUE: O BRASIL É AQUI | Amanda Rossi | Record

A operação Lava Jato trouxe à tona em suas investigações indícios de lobby do governo em favor da Odebrecht durante o mandato do ex-presidente Lula. O favorecimento de empreiteiras brasileiras na África, inclusive da própria Odebrecht, é um dos motes do livro “Moçambique: O Brasil é aqui”. Escrito pela jornalista Amanda Rossi, a obra também aborda as investidas do governo brasileiro junto à comunidade africana para conseguir uma cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU.

 

 

 

sao-paulo-deve-ser-destruida-okSÃO PAULO DEVE SER DESTRUÍDA | Moacir Assunção | Record

A obra conta a história pouco conhecida do bombardeio da cidade para conter a revolta de 1924, iniciada por oficiais que queriam derrubar o governo de Artur Bernardes. A revolta acabou com 503 mortos e 4.846 feridos, na maior parte civis que nada tinham a ver com o conflito, espalhou fome e miséria e deixou cerca de 1800 imóveis destruídos na cidade.

 

 

 

 

Teoria/Crítica Literária, Dicionários e Gramáticas

Capa Dicionário da história social do samba DS.aiDICIONÁRIO DA HISTÓRIA SOCIAL DO SAMBA | Nei Lopes e Luis Antonio Simas | Civilização Brasileira

Nesta obra de referência pioneira, Nei Lopes e Luiz Antonio Simas inscrevem o valor da negritude e da história dos negros na criação e na fixação do samba, e a ambígua inserção dessa cultura musical na sociedade de consumo. Mais do que apenas descrever conceitos, este importante dicionário reconstrói a memória cultural de nosso país. Os verbetes organizam a trama que compõe o enredo: a repressão explícita dos primeiros tempos; as escolas de samba, os pagodes e rodas como polos de resistência; a distribuição geográfica desses espaços; o samba como gênero de música popular, com seus múltiplos e diversos subgêneros e estilos, e suas diferenças regionais. E, principalmente, destacam os nomes fundamentais que fizeram essa história: compositores, instrumentistas, regentes, cantores, dançarinos, cenógrafos, diretores, entre outros.

 

Juvenil

a-fofa-do-terceiro-andarA FOFA DO TERCEIRO ANDAR | Cléo Busatto | Galera Junior

Em uma narrativa que se assemelha a uma conversa íntima, Cléo Busatto nos apresenta o diário de Ana, uma jovem perdida em meio a relacionamentos, problemas de autoestima e bullying. Na história, Ana foi uma criança alegre e brincalhona, mas passou a sofrer na adolescência quando se descobriu gorda e desajeitada com os esportes. Depois de enfrentar o bullying dos colegas, começa a escrever um diário, numa jornada de autoconhecimento e reconhecimento do mundo. Quando conhece o menino Francisco, sua vida muda. Em meio à descoberta do amor, do enfrentamento da morte e dos desafios de fazer dieta, estudar e se aceitar como é, Ana cresce e amadurece.

 

 

Comentários
Posts Populares
Não passarão

Não passarão

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais