Dica de leitura

Jackie editora, de Greg Lawrence

Nenhum Comentário

Em Jackie editora, o escritor norte-americano Greg Lawrence conta como Jaqueline Kennedy remodelou sua vida para se afastar do estigma de “primeira-dama viúva” e deixar de “ser difamada por causa do casamento com o grego indigno” Aristóteles Onassis. Em confidência a um amigo ela disse: “eu sempre vivi através dos homens. Agora me dou conta de que não posso continuar fazendo isto”. Com base em depoimentos de 125 antigos colaboradores que trabalharam com ela, amigos e em sua própria experiência como autor editado por Jackie, Greg revela as realizações no mundo editorial de uma mulher erudita e com empenho profissional solidamente assentado.

Logo nas primeiras páginas do livro, o autor relembra a entrevista de Jackie para Gloria Steinem, publicada na capa da revista americana Ms. A jornalista, ativista e escritora, autora de “Minha vida na estrada”, que será publicado em março pela Bertrand Brasil, indagou à ex-primeira dama por que ela trabalhava. Jaqueline respondeu com eloquência naquela que seria a sua última entrevista em 15 anos:

“O mais triste para tantas mulheres da minha geração era o fato de que não se esperava que trabalhassem quando tinham uma família. Lá estavam elas, com um diploma de educação superior, e o que mais poderiam fazer depois que as crianças estivessem criadas: ficar olhando as gotas de chuva escorrendo pela vidraça? Deixar suas mentes tão preparadas sem qualquer atividade? É claro que as mulheres devem trabalhar se quiserem. É preciso fazer alguma coisa de que se goste. Esta é a definição de felicidade: ‘o uso completo das próprias faculdades, em termos que levem à excelência, numa vida em que se tenha liberdade de ação.’ Isto se aplica tanto às mulheres quanto aos homens.”

Leia aqui a introdução completa de “Jackie editora”

 

Comentários
Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais