Notícias

Prêmio SESC anuncia vencedores

Nenhum Comentário

Um dos mais importantes prêmios literários do país, o Prêmio SESC de Literatura anunciou seus vencedores na última sexta, 16.  Na categoria romance, o vencedor é “Última hora”, do potiguar José Almeida Junior. Na de contos, o premiado foi “Poraquê e outros contos”, do paulista João Carlos de Souza Meirelles Filho.

José já havia ficado entre os finalistas na edição anterior e desde quando começou a escrever ficção pensava em se inscrever no prêmio SESC. “O concurso virou referência para o escritor estreante. Tanto que costumava fazer um cronograma de escrita e me programava para finalizar o livro alguns meses antes do término das inscrições”, revela.

Seu romance “Última hora” é ambientado na redação do jornal homônimo, criado por Samuel Wainer em 1951.  O protagonista é Marcos, um jornalista que foi torturado pela ditadura de Vargas nos anos 30, mas que, por motivos financeiros, vai parar no veículo que apoia o político. O livro mostra o dilema de Marcos e também sua visão sobre o governo Vargas e sobre as tensões que culminaram no suicídio do presidente.

Autor do livro de contos vencedor, João escreve diariamente e mantém um diário há 40 anos. “Poraquê e outros contos” tem como influência sua experiência na Amazônia, algo que sempre o fez buscar os limites do real e do imaginário: “Tenho fascinação pelo linguajar caboclo, pelos saberes e fazeres locais, e este contraste enorme entre o urbano e o rural. O domínio da natureza é algo que procuro explorar, inclusive o impacto das mudanças climáticas, muito presente no livro. Falo muito do universo desta Amazônia oriental, do Pará, do Maranhão e, particularmente, de Belém, onde resido com minha mulher, Fernanda, há treze anos”, conta.

Os autores participarão da Festa Literária de Paraty, que acontece de 26 a 30 de julho. Em novembro, os dois livros chegam às livrarias pela Editora Record.

Lançado em 2003 em parceria com o Grupo Editorial Record, o Prêmio SESC funciona como porta de entrada de escritores no mercado editorial e se tornou referência na revelação de talentos da literatura brasileira. A edição de 2017 totalizou 1793 inscritos, 980 romances e 813 contos.  A comissão julgadora foi formada por Sidney Rocha e Ronaldo Correa de Brito (conto) e Andrea del Fuego e Luis Rufatto (romance).

Sobre os autores

João Meirelles Filho é escritor e empreendedor social há 30 anos. Reside em Belém, Pará, há mais de uma década. Desde sua fundação há 19 anos, é diretor do Instituto Peabiru, organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP). Como escritor, é autor de artigos e 16 livros, entre os quais: Grandes Expedições à Amazônia Brasileira,  vol I – 1500 a 1930 (2009), vol II –  século XX (2011)(Editora Metalivros); Rios do Brasil (Editora Metalivros, 2016) e Livro de Ouro da Amazônia (Ediouro, 2004).

José Almeida Júnior, natural de Mossoró-RN, 34 anos, formado em Direito pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN, com pós-graduação em Direito Processual pela Universidade do Amazonas-UNAMA e em Direito Civil pela Universidade Anhanguera. Há dez anos reside em Brasília, onde exerce o cargo de Defensor Público do Distrito Federal.

 

Comentários
Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais