Notícias

Autores da Record participam da Flip, tanto na programação oficial quanto na alternativa

Nenhum Comentário

A Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que começa nesta quarta-feira, terá participação intensa dos autores do Grupo Editorial Record. Além dos seis autores escalados para as mesas da programação oficial, haverá ainda lançamentos e bate-papos nos concorridos espaços alternativos da festa, como a Casa PublishNews, a Casa Libre, a novata Casa Amado e Saramago e o Centro Cultural Sesc.

Entre os destaques da programação paralela estão conversas com Ricardo Lísias, autor de “Diário da cadeia”; Cristovão Tezza, que fala sobre literatura e escrita na Casa Folha; e o lançamento conjunto dos poetas Omar Salomão e Bruna Beber.

Veja abaixo a programação completa dos autores do grupo:

 

QUINTA-FEIRA

15h – Café Paraty

Nesta Canja Flip, Alberto Mussa e Luiz Antonio Simas estarão ao lado de Felipe Botelho Corrêa para reviver os tempos em que Lima Barreto, autor homenageado da festa, frequentava o Café Papagaio.

17h15 – Auditório da Matriz

Autor de “Meshugá” (José Olympio), Jacques Fux participa da Mesa 4 da programação oficial, “Fuks e Fux”, na qual falará, ao lado de Julian Fuks, sobre autoficção, parcerias e rivalidades na história da literatura.

20h – Casa Amado e Saramago

Afonso Borges lança seu primeiro romance, “Olhos de carvão” (Record).

 

SEXTA-FEIRA

11h – Centro Cultural Sesc

Jacques Fux participa do Café Literário com tema “Heranças literárias”, ao lado de Marcelo Maluf.

15h – Auditório da Matriz

Luiz Antonio Simas, que ganhou o Jabuti 2016 com Nei Lopes pelo livro “Dicionário da história social do samba” (Civilização Brasileira), é um dos convidados da mesa 8, “Subúrbios”. Simas e Beatriz Resende revisitarão lugares por onde Lima Barreto passou no Rio de Janeiro por meio de seus personagens em romances e contos.

18h – Casa PublishNews

Jacques Fux participa do “Papo de boteco”, numa conversa informal com o público.

19h – Livraria das Marés

Lançamento conjunto de “Pequenos reparos” (José Olympio), de Omar Salomão, e “Ladainha” (Record), de Bruna Beber.

19h30 – Centro Cultural Sesc 

Apresentação dos vencedores do Prêmio Sesc de Literatura,  João Meireles Filho e José Almeida Júnior

 

SÁBADO

11h – Centro Cultural Sesc

Ricardo Lísias, autor de “Diário da cadeia” sob o pseudônimo Eduardo Cunha, fala sobre o livro no Café literário “De colagens e tretas”, junto com Cristiane Costa.

11h30 – Casa PublishNews

Afonso Borges, autor de “Olhos de carvão” (Record), organizador da Fliaraxá e criador do Sempre um papo, vai debater sobre a produção de eventos literários com outros organizadores do Brasil.

12h – Auditório da Matriz

Ana Miranda, que assinou pela Record as biografias de Gregório de Matos e de Xica da Silva, participa da mesa 12, “Foras de série”, ao lado de João José Reis. Em pauta, personagens singulares da história e da literatura brasileiras.

16h – Casa Libre e Nuvem de Livros

Xico Sá, autor de “Os machões dançaram”, participa da mesa “A crônica como convite ao leitor” ao lado de Dedé Laurentino.

17h15 – Auditório da Matriz

Alberto Mussa divide a mesa 14, “Mar de histórias”, com o poeta islandês Sjón. O escritor Jorge Luis Borges será o elo entre os dois, em conversas sobre contos de fadas, mitologias e surrealismo.

17h30 – Casa Folha

Cristovão Tezza se encontra com a atriz e escritora Fernanda Torres para discutir escrita e leitura.

19h15 – Auditório da Matriz

A argentina Leila Guerriero, autora de “Uma história simples” (Bertrand Brasil), participa da mesa 15, “Trotsky e os trópicos”, ao lado de Patrick Deville.

 

DOMINGO

10h – Sesc – Unidade Caborê

Homenagem ao autor Raimundo Carrero, de “O senhor agora vai mudar de corpo” (Record).

11h – Auditório da Praça

Dentro da programação da Flipinha, Ana Miranda estará ao lado de Edimilson de Almeida Pereira e Maria Valéria Rezende na mesa “Ler o mundo”, no qual vão discutir sobre a necessidade de aprender a olhar e escutar pelos livros infantis.

12h – Auditório da Matriz

Ana Maria Gonçalves, autora de “Um defeito de cor” (Record), estará na mesa 17, “Amadas”, ao lado da escritora mineira Conceição Evaristo. As duas prestarão um tributo a outras vozes femininas negras, como Angela Davis e Carolina de Jesus.

14h – Centro Cultural Sesc

Franklin Carvalho, autor de “Céus e terra”, participa do Café literário “O sertão reinventado”, ao lado de Cida Pedrosa.

15h – Auditório da Matriz

Alberto Mussa e Ana Miranda vão ler trechos de suas obras favoritas na mesa 18, “Livro de cabeceira”, junto com Djaimilia Pereira de Almeida, Patrick Deville, Paul Beatty, Scholastique Mukasonga e William Finnegan.

Comentários
Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais