Notícias

Antonio Cicero é eleito para a ABL

Nenhum Comentário

O compositor, poeta , filósofo e escritor Antonio Cicero foi eleito para a Academia Brasileira de Letras na última quinta, 10. Cicero recebeu 30 de 34 votos e ocupará a cadeira 27, que pertenceu ao professor Eduardo Portella.

Formado em Filosofia pela University College London, Cicero lançou pelo Grupo Editorial Record o livro de poemas “Guardar” (Record) , “Poesia e filosofia” (Civilização Brasileira), “A cidade e os livros” (Record) e “Porventura” (Record).  A Editora Record tem ainda um novo projeto com Cicero: o lançamento de sua “Poesia Completa”.

Carioca, Antonio Cicero morou por nove anos nos Estados Unidos e na Inglaterra. Em 1976, Marina Lima, irmã do escritor, pôs pela primeira vez melodia em um de seus textos— o poema “Canção da alma caiada”, que a cantora e compositora gravou em seu disco de estreia com o título “Alma caiada”. O poeta é autor de inúmeras letras de canções e, além da parceria com Marina, também lançou trabalhos com Adriana Calcanhoto e João Bosco.

Em 1993, o escritor concebeu o projeto intitulado “Banco Nacional de Ideias”, através do qual, nesse ano e nos dois subsequentes, promoveu, em colaboração com o poeta Waly Salomão e com o patrocínio do Banco Nacional, ciclos de conferências e discussões de artistas e intelectuais de importância mundial, como João Cabral de Melo Neto, Richard Rorty, Tzvetan Todorov, Hans Magnus Enzensberger, Peter Sloterdijk, Bento Prado Jr. e Darcy Ribeiro, entre outros. Em 2012, ele foi laureado com o Prêmio Alceu Amoroso Lima- Poesia e Liberdade.

Comentários
Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais