Notícias

Prêmio Sesc de 2018 revela seus vencedores

Nenhum Comentário

Um dos mais importantes prêmios literários do país, o Prêmio SESC de Literatura anunciou seus vencedores nesta quinta. Na categoria romance, a comissão formada por Beatriz Resende e Flávio Carneiro elegeu “Magdalena usa as mãos”, de Juliana Leite Arantes, do Rio de Janeiro. Já entre os contos, o escolhido por Letícia Wierzchowski e Daniel Galera foi “As coisas”, do gaúcho Tobias Carvalho.

Juliana tem 35 anos, nasceu em Petrópolis, e atualmente vive no Rio de Janeiro. Graduada em Comunicação Social pela Uerj e mestre em Literatura Comparada pela mesma instituição, ela integra a antologia “14 novos autores brasileiros”, organizada pela escritora Adriana Lisboa. Em 2018, foi selecionada para a residência artística “Publication Intensive” da revista de arte contemporânea Triple Canopy (NY).

No livro vencedor, Juliana conta a história de Magdalena, uma mulher que sofre um acidente atravessando a rua. Acorda algum tempo depois com o corpo remendado, marcado por cicatrizes definitivas – e com a notícia de que seu companheiro, de quem se despediu com um beijo antes de atravessar aquela rua, foi embora. Precisando de ajuda para reaprender a falar, ela contará com suas três tias e as sabedorias manuais familiares para sobreviver e redescobrir os gestos de sua própria sua integridade.

Já Tobias tem 22 anos e é estudante de Relações Internacionais na UFRGS. Desde pequeno sonha em ser escritor, é um devorador de livros e já participou de diversas oficinas de escrita. Os contos de “As coisas” são ligados por uma temática: em todos há personagens gays. “Eu escrevo sobre esse tipo de relação porque acaba que é uma parte grande da minha vida, são coisas que eu ainda quero desvendar. Sinto que tem pouca coisa sendo escrita sobre viver sendo LGBT: se hoje já existe muito sobre aceitação e descobrimento, ainda há pouco sobre o que vem depois, e é isso que eu tentei escrever”, diz o autor.

Os autores participarão da programação do Centro Cultural Sesc Paraty na Flip, que acontece em Paraty de 25 a 29 de julho. Em novembro, os dois livros chegam às livrarias pela Editora Record.

Lançado em 2003 em parceria com o Grupo Editorial Record, o Prêmio SESC funciona como porta de entrada de escritores no mercado editorial e se tornou referência na revelação de talentos da literatura brasileira. A edição de 2018 totalizou 1540 inscritos, 820 romances e 720 contos.

Comentários
Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais