Quentinho da gráfica

Novas edições de clássicos de Olavo de Carvalho e Gilles Deleuze a caminho

Nenhum Comentário

imbecil_saida_1O IMBECIL COLETIVO | Olavo de Carvalho | Record

A aguardada reedição do clássico de Olavo de Carvalho, este “O imbecil coletivo” é um clássico. Dos mais demandados títulos do Brasil. É preciso, no entanto, correr para que essas duas sentenças não sejam compreendidas pelo que não querem dizer. Correr para explicar que: 1) sim, este livro é reedição de uma obra clássica, cultuada, vendida a preço de ouro em sebos etc.; 2) e que tudo isso se dá sem prejuízo de que também seja obra de espantosa, assustadora, atualidade. O Brasil está todo explicado no volume que ora se folheia – o Brasil de 2018 tanto quanto o de 2028. É verdade que algumas personagens caducaram. Não importa. (Ninguém sentiu falta.) Outras da mesma natureza lhes ocuparam o lugar. (Ninguém notou.) Não importa. A matéria do exame de Olavo de Carvalho está acima de fulanizações: é o conjunto de mentalidades que rebaixou o país à indigência moral, à miséria intelectual.

direitos-maximos-deveres-minimosDIREITOS MÁXIMOS, DEVERES MÍNIMOS | Bruno Garschagen  | Record

Autor do best-seller “Pare de acreditar no governo”, Bruno Garschagen volta às livrarias ampliando, de certa forma, a teoria do livro anterior. Agora, ele defende a tese de que o Brasil se tornou um país onde as pessoas acham que só têm direitos – e que têm direito a mais direitos –, mas não deveres e obrigações. O livro explica a confusão que existe entre direitos e privilégios, e expõe as consequências dessa ideia – presente na política, nas universidades, na imprensa –, como a corrosão do sentido de responsabilidade individual, o comportamento irresponsável, a formação de uma mentalidade servil, a delegação das obrigações individuais para terceiros, o paternalismo estatal e a ideia de que o outro “me deve” alguma coisa.

 

Capa O que é um homem CG CAMERON v4.inddO QUE É UM HOMEM? | Cécile Robelin e Jean Robelin | Galera

Um convite para as crianças a uma reflexão profunda e a um primeiro contato com a filosofia.Um filósofo solitário tem um encontro, no mínimo, inesperado com Léo, um cachorro grande de pelo avermelhado que… fala. Depois de um bom tempo de hesitação, o homem e o animal começam a conversar. O filósofo está persuadido da superioridade do homem, único ser capaz de falar, raciocinar, trabalhar e viver em sociedade. Será que, diante do intelectual cercado de livros, Léo, um cachorro de rua, que vive livre e feliz, terá condições de se fazer ouvir? Aos poucos, durante a conversa entre os dois, Léo vai nos mostrar que a filosofia não é privilégio dos especialistas, e sequer dos adultos.

lyderez_APROVADA_SAIDA_2LYDEREZ | Pedro Salomão | BestBusiness

O que os jovens das gerações Y e Z trazem para o futuro e o sucesso das empresas? Com base na experiência que adquiriu comandando sua empresa, a Rádio Ibiza, cercado por jovens, Pedro Salomão desfaz o mito de que as novas gerações são alienadas, desfocadas ou desinteressadas. O sucesso da Rádio e o legado que pretende deixar para seus sucessores confirma: o grande desafio para lidar com os jovens no ambiente de trabalho é compreendê-los; exercitar a empatia com sinceridade, descobrindo como aproveitar o potencial de quem é recém-chegado ao mercado. Pedro aposta na confiança e na humanização das relações profissionais para capacitar um líder. Nem todo chefe é um bom líder, aquele que está preparado para iluminar, empoderar e se conectar com a juventude que compõe as equipes nas empresas. Reconhecer os jovens como formadores de opinião e apostar na troca de experiências como enriquecedora para ambos os lados é o caminho para a formação de líderes comprometidos, responsáveis e felizes.

GillesDELEUZE_formato.inddDIFERENÇA E REPETIÇÃO | Gilles Deleuze | Paz& Terra

No 50º aniversário da primeira edição, um dos livros mais importantes de Gilles Deleuze volta às livrarias pela Paz e Terra.Concebido como tese de doutorado e publicado originalmente em 1968, Diferença e repetição mostra como o projeto filosófico de Gilles Deleuze elabora uma “geografia” que distingue o espaço de um pensamento da representação (ortodoxo, metafísico, moral, racional) do espaço de um pensamento da diferença (pluralista, ontológico, ético, trágico). Inspirado sobretudo em Nietzsche, Deleuze situa esta obra no espaço de um pensamento “sem imagem”, capaz de pensar uma diferença que não se subordine à identidade e uma repetição que não seja mecânica. E, para isso, elabora uma filosofia da diferença, em termos de uma doutrina transcendental das faculdades – que constitui o âmago da filosofia deleuziana.  Este livro é também a realização mais rigorosa do procedimento pelo qual Deleuze relaciona filósofos, cientistas, escritores e artistas que expressam um estilo “intempestivo” de pensar; procedimento em que a repetição de um pensamento – com o objetivo de utilizá-lo como instrumento ou como operador – não busca sua identidade, mas a afirmação de sua diferença.

Capa Movido pela mare MF v2MOVIDO PELA MARÉ | Nora Roberts | Bertrand Brasil

Ethan é um homem do mar. Dos irmãos Quinn, ele sempre foi o que, como o pai, Ray, nutria uma paixão pela costa de Maryland. Agora que Ray se foi, Ethan está determinado a transformar o negócio da família — a construção de barcos — num grande empreendimento. Em meio às suas ambições, ele irá se deparar com os desafios mais importantes de sua vida: cuidar de Seth, jovem acolhido por Ray antes de sua morte, e conquistar Grace Monroe, a mulher que sempre amou. Sob as águas aparentemente calmas da rotina de Ethan escondem-se lembranças de uma vida sombria e dolorosa. Para superá-las, ele terá de enxergar além de sua vasta tristeza, e aceitar não apenas quem é, mas quem foi. Em seu passado escondem-se a chave para seu futuro e a única chance de alcançar a felicidade.

Comentários
Posts Populares
Não passarão

Não passarão

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais