Palavra do autor

Dê o perdão de presente de Natal

Nenhum Comentário

Por Fabricio Carpinejar

Não escolheu o presente para o Natal? O melhor presente é perdoar. Conceda o perdão para surpresa de quem lhe magoou. Desfaça brigas, discussões, ressentimentos, divergências de opinião com o poder curativo das palavras, a partir de um telefonema, de uma carta, de um bilhete, de um inbox.

Peça desculpas no lugar do outro, ensine o outro a como pedir desculpas, dê o exemplo.

Quem perdoa renasce. Quem perdoa readquire a leveza de sua vida. Quem perdoa não fica preso a inimizades e reabre todas as portas de sua sensibilidade.

É tão triste atravessar dezembro com um nó na garganta, separado daquele que já admirou, apartado de um irmão, de um pai, de uma mãe, de um amigo, de uma amiga. Torne o seu Natal completo outra vez.

Não importa se está certo, se não teve culpa no desentendimento, se foi vítima de um engano e de uma fofoca, mostre-se acima dos fatos, invente a própria realidade, apresente a superioridade emocional de oferecer mais uma chance a alguém e vença as mágoas que apenas trancam o seu caminho.

O único jeito de esquecer uma lembrança triste é criando lembranças felizes. Não deixe de estar junto de quem gosta. Estar junto é permitir que novas impressões surjam, diminuindo os problemas antigos de convivência. É revestir o presente de esperança.

O orgulho só serve para separar as pessoas. Escolha o amor em detrimento do orgulho. Alcance o seu perdão de presente de Natal. Não custa nada e vale para sempre. Reassuma a liberdade de escolha (para que a ação dependa de você, e de mais ninguém). Abrace o futuro.

* Cuide dos pais antes que seja tarde” (Grupo Editorial Record, 12ª edição)
AMAZON: http://bit.ly/CuidePaisAmazon

Comentários
Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais