Notícias

Marcelo Gleiser conquista o Prêmio Templeton

Nenhum Comentário

O físico teórico e cosmólogo Marcelo Gleiser, que lança novo livro este ano pela editora Record, foi anunciado vencedor do prêmio Templeton 2019, premiação dedicada a reconhecer o esforço individual de pessoas que buscam afirmar a dimensão espiritual da vida, seja por insights, descoberta ou trabalhos práticos. Marcelo Gleiser foi escolhido por ser considerado um dos principais defensores da visão de que ciência, filosofia e espiritualidade são expressões complementares da necessidade humana de abraçar o mistério e o desconhecido. O anúncio foi feito hoje, no dia do aniversário de 60 anos do cosmólogo, pela Fundação John Templeton, com sede na Pensilvânia, nos Estados Unidos. É a primeira vez que uma personalidade latino-americana é agraciada com o Templeton, que já foi entregue a grandes nomes como Dalai Lama e Madre Tereza de Calcutá. No valor de aproximadamente R$ 5,5 milhões, o prêmio Templeton é uma das maiores premiações individuais em dinheiro do mundo.

Professor de física e astronomia que ocupa a cátedra Appleton de Filosofia Natural no Dartmouth College em Hanover, estado de New Hampshire, nos Estados Unidos, ganhou reconhecimento internacional por meio de livros, ensaios, blogs, documentários de TV e conferências que apresentam a ciência como uma busca espiritual para entender as origens do universo e da vida na Terra. Gleiser nasceu no Rio de Janeiro, onde se formou bacharel em Física pela PUC. Na justificativa para a escolha do nome de Marcelo Gleiser, Heather Templeton Dill, atual presidente da Fundação John Templeton, cita o livro A ilha do conhecimento, publicado pela Editora Record.

“O trabalho do professor Gleiser exibe uma inegável alegria pela exploração. Ele mantém a mesma sensação de maravilhamento contemplativo que experimentou pela primeira vez quando criança na praia de Copacabana, contemplando o horizonte ou o céu noturno estrelado, curioso sobre o que está além”, elogia o presidente da Fundação John Templeton. No anúncio, a fundação ressaltou a proeminência da voz de Gleiser na rejeição da noção de que apenas a ciência pode levar a verdades fundamentais sobre a natureza da realidade. “Em vez disso, em sua carreira paralela como intelectual público, ele revela os vínculos históricos, filosóficos e culturais entre as ciências naturais, as humanas e a espiritualidade, e defende uma abordagem  complementar ao conhecimento, especialmente em questões em que a ciência não pode fornecer uma resposta final”, informa o texto divulgado pela Fundação John Templeton.

No vídeo de aceitação do prêmio, Gleiser declarou: “O caminho para a compreensão e a exploração científica não é apenas sobre a parte material do mundo, mas também é uma parte espiritual do mundo. Minha missão é trazer de volta para a ciência, e para as pessoas interessadas na ciência, esse apego ao misterioso, para fazer as pessoas entenderem que a ciência é apenas mais uma maneira de nos envolvermos com o mistério de quem somos”.

Seus escritos propõem que a ciência moderna trouxe a humanidade de volta ao centro metafórico da criação – sua doutrina do “humanocentrismo” – revelando a improvável singularidade do nosso planeta e a excepcional raridade dos seres humanos como seres inteligentes capazes de entender a importância de se estar vivo. Essa inversão do Copernicanismo, diz Gleiser, leva à necessidade de uma nova moralidade cósmica onde a sacralidade da vida é estendida ao planeta e a todos os seres vivos.

Fundado em 1972 pelo falecido investidor global e filantropo Sir John Templeton, o Prêmio é um pilar dos esforços internacionais da Fundação para servir como um catalisador filantrópico para descobertas relacionadas às questões mais profundas que a humanidade enfrenta. A Fundação apoia a pesquisa em assuntos que vão da complexidade, evolução e emergência à criatividade, perdão e livre arbítrio.

Confira a entrevista com o autor sobre o livro “A simples beleza do inesperado”, clicando aqui.

Comentários
Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais