Notícias

Maria Stuart: dos cinemas ao livro de Stefan Zweig

Nenhum Comentário

A vida da rainha da Escócia Maria Stuart foi tão marcada pela rivalidade com sua prima, a soberana inglesa Elizabeth I, que no Brasil sua cinebiografia acabou batizada Duas rainhas. O filme que estreou no dia 4 de abril explora a conturbada relação entre as duas monarcas vividas por Saoirse Ronan e Margot Robbie. Para conhecer melhor a representante do trono escocês e, por conseguinte, a atmosfera da época é obrigatória a leitura da biografia Maria Stuart, de autoria do austríaco Stefan Zweig, traduzida diretamente do alemão por Lya Luft e lançada pela José Olympio. O escritor traça um impressionante perfil psicológica de Maria Stuart, ás da montaria e de outras artes cavalheirescas, que se opunha ao ímpeto modernizador de Elizabeth

Com apenas seis dias de vida ascendeu ao trono da Escócia depois da morte inesperada do pai, Jaime V. Alvo de cobiça das outras casas dinásticas europeias desde recém-nascida, passou do papel de peça de um tabuleiro geopolítico ao de jogadora apaixonada e destemida de um xadrez que tinha como pano de fundo o cisma entre católicos e protestantes na Inglaterra. A disputa colocou em lados opostos a soberana escocesa e Elizabeth I. Com lances ousados, Maria Stuart guerreou, atacou, mas literalmente uma paixão avassaladora determinou sua derrota e rendição.

 

Comentários
Posts Populares
Lançamentos

Lançamentos

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais