CategoriaEntrevistas
“Eufrates”, de André de Leones
Entrevistas

“Eufrates”, de André de Leones

Uma amizade construída a partir do encontro de diferenças e situações cotidianas envolvendo pessoas comuns e suas contradições compõem o centro disparador de “Eufrates”, sexto romance do escritor André de Leones. Jonas e Moshe são os personagens centrais dessa teia narrativa que transita e se multiplica por diferentes tempos e espaços. Ao longo do percurso, relações amorosas começam e se desfazem, afetos se transformam, laços familiares são esmiuçados, o sexo, a morte, tudo desliza e se deixa ver para que o leitor chegue até o mais íntimo de cada um. Leia a seguir a entrevista com o autor.

“País mal educado”, de Daniel Barros
Entrevistas

“País mal educado”, de Daniel Barros

Apesar de ser opinião do senso comum que um dos maiores problemas do Brasil é a fragilidade da sua educação básica, na maioria das vezes essas conversas apenas arranham a superfície do problema — o que faz com que se criem diversos mitos e suposições. Em “País mal educado”, o autor Daniel Barros faz uma preciosa investigação das raízes da baixa qualidade do ensino no Brasil, incluindo um mergulho ao longo do último século e o cruzamento de pesquisas de ponta, políticas públicas de sucesso e diversas entrevistas com especialistas. Nesta entrevista, ele fala com mais detalhes sobre questões diversas do sistema educacional brasileiro.

“Na medida do possível”, de Fernando Rocha
Entrevistas

“Na medida do possível”, de Fernando Rocha

Jornalista e apresentador do programa “Bem estar”, da TV Globo, Fernando Rocha define seu primeiro livro, “Na medida do possível”, como um “não manual para uma vida saudável e feliz”. Ao longo das 150 páginas da obra, ele não impõe regras ou dá dicas de dietas da moda, muito menos tenta doutrinar seu leitor. Com muito bom humor, linguagem coloquial e uma prosa que cria empatia imediata com quem está lendo, abre o jogo em uma conversa franca, cujo produto final chega às livrarias pela BestSeller em setembro. Nesta entrevista, Fernando fala sobre a ideia o processo de escrever o livro, além de sua relação com o público, entre diversos outros assuntos.

“Você tem a vida inteira”, de Lucas Rocha
Entrevistas

“Você tem a vida inteira”, de Lucas Rocha

Por meio das perspectivas de três jovens de 20 e poucos anos, Lucas Rocha exibe os medos, as esperanças e o preconceito sofrido por quem vive com HIV em “Você tem a vida inteira”, uma narrativa delicada e embalada também por humor, referências pop e personagens secundários cativantes. Aos 26 anos, este bibliotecário natural de São Gonçalo estreia nos romances e, nesta entrevista, fala sobre representatividade, a importância da disseminação de informação para minimizar os preconceitos, além de dar mais detalhes sobre seu processo de desenvolvimento dos personagens e a pesquisa para escrever o livro.

“Manual do covarde”, de Guilherme Fiuza
Entrevistas

“Manual do covarde”, de Guilherme Fiuza

Ensaio inédito, documentado e muito bem-humorado, “Manual do covarde” cobre o período que começa com impeachment de Dilma, passa pela operação Lava-Jato e chega até a prisão de Lula, em abril de 2018. No texto, Fiuza ensina o modus operandi daqueles que considera os covardes: personagens que simulam altruísmo para obtenção de ganhos pessoais, e que estão em todas as esferas da sociedade, não somente na política. Na entrevista a seguir concedida ao repórter Nelson Corrêa, o autor esmiúça alguns dos conceitos presentes no livro.

Clarissa Wolff estreia na Verus com “Todo mundo merece morrer”
Entrevistas

Clarissa Wolff estreia na Verus com “Todo mundo merece morrer”

A autora lança o seu primeiro livro na editora no qual sai do lugar comum para destrinchar a vida de treze pessoas que testemunharam um assassinato no metrô da linha verde de São Paulo. Nesta entrevista, Clarissa fala sobre suas inspirações, sobre seu estilo de narrativa e ainda revela o que faria se fosse um dos personagens do livro. Confira!

“Revolucionário e gay: A vida extraordinária de Herbert Daniel”, de James Green
Entrevistas

“Revolucionário e gay: A vida extraordinária de Herbert Daniel”, de James Green

Herbert Daniel foi um importante personagem na luta pela democracia desde meados dos anos 1960. Mas a atuação revolucionária no campo político contrastava com a repressão de sua homossexualidade, que sentia como um “exílio interno”, como descreveu depois. Em “Revolucionário e gay”, o historiador James Green conta a vida desta extraordinária figura, que lutou em defesa do meio ambiente e dos direitos das mulheres, dos homossexuais, das populações negra e indígena, e conta o preconceito a portadores de HIV.

David Levithan e a representatividade na literatura
Entrevistas

David Levithan e a representatividade na literatura

Prestes a chegar ao Brasil para mais uma edição da Bienal do Livro de São Paulo, David Levithan respondeu perguntas de fãs sobre sua carreira e ainda comentou sobre “Someday”, continuação do badalado “Todo dia”, livro que foi adaptado para o cinemas e já está em cartaz no Brasil. Levithan é um dos principais nomes da feira deste sábado, dia 11 de agosto, e depois virá ao Rio de Janeiro para mais duas sessões de autógrafos nos dias 13, no Botafogo Praia Shopping e 14, no Barra Shopping.

“A biblioteca elementar”, de Alberto Mussa
Entrevistas

“A biblioteca elementar”, de Alberto Mussa

Com “A biblioteca elementar”, o carioca Alberto Mussa põe ponto final em seu Compêndio Mítico do Rio de Janeiro, conjunto de cinco romances nos quais investiga, por meio de histórias policiais, a confluência das tradições ameríndias, africanas e do Brasil popular na composição do imaginário e do panorama mitológico da cidade. Nesta entrevista, ele fala sobre como a natureza do Mal e as codificações sexuais, temas centrais em sua obra, ganham ainda mais destaque neste novo livro, entre diversos outros assuntos.

“É proibido calar”, de Mílton Jung
Entrevistas

“É proibido calar”, de Mílton Jung

O jornalista Mílton Jung, conhecido por seu trabalho na CBN e anteriormente na TV Cultura, costuma abordar assuntos como política e inovações no mundo dos negócios. No entanto, um lado que muitos talvez não conheçam dele é o de pai. Na entrevista a seguir, Milton, que participará da Bienal do Livro de São Paulo no dia 10 de agosto, fala sobre seu novo livro “É proibido calar”, lançamento da Editora BestSeller.

Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais