CategoriaQuentinho da gráfica
Novas edições de clássicos de Olavo de Carvalho e Gilles Deleuze a caminho
Quentinho da gráfica

Novas edições de clássicos de Olavo de Carvalho e Gilles Deleuze a caminho

A não-ficção é o destaque entre os livros que rodaram na gráfica esta semana: há “O imbecil coletivo”, clássico de Olavo de Carvalho que ganhou nova edição e, também na linha dos pensadores conservadores, “Direitos máximos, deveres mínimos”, de Bruno Garschagen, que despontou com o best-seller “Pare de acreditar no governo”. Na seara dos negócios, Pedro Salomão fala sobre as relações de trabalho com as gerações Y e Z em “Lyderez”. As máquinas produziram ainda a edição especial do 50º aniversário de “Diferença e repetição”, um dos livros mais importantes de Gilles Deleuze. Veja a lista completa a seguir.

Literatura nacional em alta na fornada desta semana
Quentinho da gráfica

Literatura nacional em alta na fornada desta semana

A literatura nacional marcou os nossos recebidos desta semana. Cinco dos sete livros que rodaram na gráfica são de autores brasileiros, entre eles “Caçadora de estrelas”, da estreante na casa Raiza Varella. Recebemos ainda “Bagageiro”, novo livro de “ensaios de ficção” de Marcelino Freire; “Pense com calma, aja rápido”, no qual Daniel Schnaider ajuda o leitor a tomar as melhores decisões nos negócios; “Direitos máximos, deveres mínimos”, uma análise sobre privilégios e regalias de políticos, de Bruno Garschagen; e o novo romance de época de Lucy Vargas, “A perdição do barão”. Completam a lista “O diário de uma ansiosa”, de Beth Evans e “Arte & alma”, de Brittainy Cherry.

“Para de se odiar”, da youtuber Alexandra   Gurgel, está entre as novidades da semana
Quentinho da gráfica

“Para de se odiar”, da youtuber Alexandra Gurgel, está entre as novidades da semana

Na fornada desta semana, temos drama, suspense, culinária e uma injeção de autoestima. Recebemos o livro “Pare de se odiar”, da jornalista e youtuber Alexandra Gurgel, autora do canal “Alexandrismos”. Entre os romances, chegaram “Somos os que tiveram sorte”, que se passa durante a Segunda Guerra Mundial, e os suspenses “A mulher do meu marido” e “Que tipo de mãe é você”. Completam a lista dois livros sobre culinária e alimentação: “Cozinha judaica”, de Marcia Algranti, e “Comida”, do Dar. Mark Hyman.

Dos thrillers ao zen-budismo: uma semana diversa
Quentinho da gráfica

Dos thrillers ao zen-budismo: uma semana diversa

A gráfica do Grupo Editorial Record trouxe uma lista forte de futuros lançamentos nesta leva: tem “A monja e o professor”, o resultado de um bate-papo ótimo entre Monja Coen e Clóvis Barros Filho, dois grandes pensadores contemporâneos; tem “Um pequeno favor”, nova edição do thriller que deu origem ao filme homônimo, prestes a estrear, com Blake Lively e Anna Kendrick. A lista se completa ainda com “País mal-educado”, trabalho extenso de pesquisa do jornalista Daniel Barros sobre a educação no país; “Tudo aquilo que nos separa”, um romance bastante atual sobre o fenômeno do ‘ghosting’; e “À beira da loucura”, suspense perturbador de B.A. Paris. Veja mais a seguir.

Ensaios sobre política e a indústria da celebridade entre as novidades da semana
Quentinho da gráfica

Ensaios sobre política e a indústria da celebridade entre as novidades da semana

Nesta semana, recebemos da gráfica “Apelo a razão”, uma análise de Fábio Giambiagi e Rodrigo Zeidan sobre a situação econômica no Brasil. Chegou também “A invenção da celebridade”, do historiador Antoine Lilti, sobre o surgimento das celebridades e suas contradições. Ainda na não-ficção, recebemos “Confissões de um ex-libertário”, de Rodrigo Constantino. Para quem gosta de fantasia, Holly Black retorna em breve às prateleiras com “O príncipe cruel” e “O mistério do relógio da parede”, de John Bellairs ganha nova edição com a capa do filme, que chega aos cinemas em setembro. “Poeta X”, romance de estreia de Elizabeth Acevedo fecha a lista dos quentinhos.

Romance, filosofia e bem estar, os destaques desta semana
Quentinho da gráfica

Romance, filosofia e bem estar, os destaques desta semana

Entre os livros que rodaram esta semana está “Na medida do possível (ou quase)”, de Fernando Rocha, apresentador do programa Bem Estar, no qual descreve o seu processo de mudança de hábitos rumo a uma vida mais saudável. Em “Tribos morais”, Joshua Greene desvenda a estrutura dos problemas morais e em “Eufrates”, André de Leones fala sobre relações pessoais e desencontros.

De ensaios políticos a ficção científica, as novidades da semana
Quentinho da gráfica

De ensaios políticos a ficção científica, as novidades da semana

Entre os livros que rodaram na gráfica estão “Manual do covarde”, ensaio de Guilherme Fiuza que cobre o período mais recente da política brasileira, e “A terra longa”, parceria entre os mestres de ficção científica Terry Pratchett e Stephen Baxter. Foram impressos ainda “Por que a guerra?”, série de reflexões sobre conflitos violentos entre os homens da antiguidade aos dias de hoje; “Seja o líder que o momento existe”, no qual César Souza busca modelos mais eficazes de liderança; e “Um veneno sombrio e brilhante”, sequência da série fantástica de Jessica Cluess.

Guia financeiro de Tony Robbins e novo romance de Alberto Mussa estão entre os destaques da semana
Quentinho da gráfica

Guia financeiro de Tony Robbins e novo romance de Alberto Mussa estão entre os destaques da semana

Na fornada desta semana, recebemos “A biblioteca elementar”, novo romance de Alberto Mussa, que conclui o “Compêndio mítico do Rio de Janeiro”, série de cinco romances policiais, um para cada século da história carioca. Recebemos também “Inabalável”, livro de Tony Robbins em parceria com Peter Mallouk com dicas sobre como alcançar a liberdade financeira. Ainda falando de não-ficção, “O poder do ator”, de Ivanna Chubbuck, ensina a eficácia da Técnica Chubbuck, usada por atores como Brad Pitt e Gal Gadot. Completam a lista o aguardado “O guia do cavalheiro para o vício e a virtude”, de Mackenzi Lee e “Arrebatado pelo mar”, novo livro de Nora Roberts.

Novos livros de Jo Nesbø  e John Gray entre os destaques da semana
Quentinho da gráfica

Novos livros de Jo Nesbø e John Gray entre os destaques da semana

A semana na gráfica foi boa para os fãs de thrillers: além do novo livro do best-seller norueguês Jo Nesbø, recebemos também “Menina boa, menina má”, um suspense eletrizante e surpreendente. Também foram impressos “A alma da marionete”, um ensaio instigante sobre liberdade do filósofo John Gray; e “Você tem a vida inteira”, romance de estreia de Lucas Rocha que acompanha as vidas de três jovens com HIV. A lista se completa com uma nova edição de “Cristal polonês”, de Leticia Wierzchowski.

Biografia de Herbert Daniel e novo livro de Mílton Jung estão entre os destaques da semana
Quentinho da gráfica

Biografia de Herbert Daniel e novo livro de Mílton Jung estão entre os destaques da semana

Na fornada desta semana, recebemos pela não-ficção “Revolucionário e gay”, livro do historiador James Green sobre a vida de Herbert Daniel, e “É proibido calar”, em que o jornalista Milton Jung fala como conversar sobre ética e cidadania com os filhos. Pela ficção, as novidades são “A guardiã dos vazios”, novo livro da série “A guardiã de Histórias”, de Victoria Schwab, “Todo mundo merece morrer”, de Clarissa Wolff” e “Nocte”, de Courtney Cole.

Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais