AssuntoO outro lado da bola
Agenda (25/06)
Agenda

Agenda (25/06)

Os autores Alê Braga e Álvaro Campos lançam o livro “O outro lado da bola” na Livraria da Vila, em São Paulo, e na Argumento Leblon, no Rio de Janeiro. O autor Alberto Carlos Almeida visita Goiânia para lançar “O voto do brasileiro” e a Fliaraxá recebe diversos autores na cidade mineira de Araxá, entre eles Marina Colasanti, Angela de Castro Gomes, Angela Alonso, Evandro Affonso Ferreira e Marcia Tiburi. Confira os eventos da semana.

Lançamentos da semana (04/06)
Lançamentos

Lançamentos da semana (04/06)

A semana está recheada de novidades especiais: desde “O dia em que o presidente desapareceu”, estreia do ex-presidente americano Bill Clinton na ficção, até “Mas tem que ser mesmo para sempre?”, novo romance da best-seller Sophie Kinsella; passando por “O outro lado da bola”, graphic novel sobre homofobia no futebol e “Heroínas”, coletânea juvenil de três histórias clássicas de heróis protagonizadas por mulheres. Confira a lista completa.

“O outro lado da bola”, de Alê Braga, Alvaro Campos e Jean Diaz
Entrevistas

“O outro lado da bola”, de Alê Braga, Alvaro Campos e Jean Diaz

Nesta quinta-feira, dia 31, os autores Alê Braga e Alvaro Campos participam do FIQ – Festival Internacional de Quadrinhos, em Belo Horizonte. A dupla fara um pré-lançamento de “O outro lado da bola”, que assinam com o ilustrador Jean Diaz, no estande da Casa dos Quadrinhos, a partir das 15h. A graphic novel narra história de um jogador de futebol brasileiro que se declara homossexual e lida com as repercussões. Leia a seguir a entrevista da dupla.

Graphic novel sobre homofobia no futebol é destaque da semana
Quentinho da gráfica

Graphic novel sobre homofobia no futebol é destaque da semana

Esta semana, recebemos da gráfica “O outro lado da bola”, HQ que fala sobre corrupção e preconceito no futebol, “Por quê- o que nos torna curiosos”, de Mario Livio, e uma nova edição de “Você pode curar sua vida”, de Louise Hay. Completam a lista os romances “Tempo de partir”, de Jodi Picoult, “Torre do Alvorecer”, de Sarah J. Maas, e “Whitney, meu amor”, de Judith Mc Naught.

Posts Populares

Este website usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Navegando neste site você consente com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais